30 de mai de 2016

Semana de Canto: espaço de louvor e formação


 

No ano de 1960, coordenado pelo Pastor Erich Ruff, acontecia o primeiro encontro de formação bíblica e musical da Escola Bíblica Evangélica Luterana do Espírito Santo, mais tarde denominada de Semana de Canto da ADL. Durante esses 56 anos, esses encontros de formação tornaram um espaço importante dos musicistas do Sínodo Espírito Santo a Belém.
Esse evento é promovido pela Associação Diacônica Luterana-ADL, com apoio da União Paroquial Guandu, Sínodo Espírito Santo a Belém e Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Com o objetivo de capacitar e dinamizar a atuação das lideranças musicais das comunidades. Sempre com data fixa no feriado de Corpus Christi, a semana de canto é um encontro anual fixo.
Em 2016, a semana de canto aconteceu entre os dias 26 até 29 de maio. Sob o tema, “Pela Graça de Deus, livres para cuidar da Música”, buscando abordar e refletir sobre a importância do planejamento e o espaço que ocupa a música nas comunidades. Com a participação de 140 musicistas, das uniões paroquiais Guandu, Jucu, Mata Fria, Santa Maria e Grande Vitória, mais uma vez foi um evento de sucesso.
O coordenador geral, Douglas Kalke, destaca que “a qualidade das semanas de canto vem crescendo bastante nos últimos anos e isso é possível com o apoio de oficineiros qualificados que sabem transmitir a teoria e proporcionar vivências práticas”. Nesse ano, a regência geral ficou a cargo do maestro Louis Marcelo Illenseer, que também coordenou as oficinas, Liturgia e Música, e prática da flauta doce.
Ocorreram também as oficinas de musicalização, coordenado pela Simone Vesper Binow, teclado/piano e arranjo vocal para coros (Charles K. Neimog), violão (Júlio César Berger), técnicas de regência coral-um olhar para o regente de coros de comunidade e “aprendendo música musicalmente” (ambas com Rafael Beling), a prática do reiki sob a luz do cristianismo (Marina Medici Loureiro) e fotografia de bolso (Alex Reblim Braun).
As crianças também possuem um espaço privilegiado e com uma metodologia especifica participam do coral infanto-juvenil, coordenado pelo educador musical Vinícius Ponath. O oficineiro destaca que “esse espaço é muito importante, pois envolve um novo público na prática musical. Observo que essas crianças e adolescentes são fieis e anualmente marcam presença na ADL”.
As apresentações são momentos de grande privilégio. A noite cultural, frequente nos sábados à noite, ocorreu no Centro Cultural José Ribeiro Tristão (Afonso Cláudio). No domingo, a emoção tomou conta da celebração de encerramento na comunidade de Lagoa II, no qual todo o coro da Semana de Canto pode apresentar as principais canções estudadas.


Não perca nossa próxima edição, em 2017, agendada para os dias 14 até 18 de junho. Mais informações, vídeos e imagens, acesse o endereço www.semanadecanto.com