26 de mai de 2008

Semana de Canto na ADL e encontro Sinodal de Flautistas

A boa música traz vigor, energia, alegria, enfim, traz bem estar. Foi isto que 116 participantes da Semana de Canto e Encontro de Sinodal de Flautistas puderam experimentar durante um encontro de 04 dias na ADL. Este aconteceu aos dias 22 a 25 de maio. Graças ao trabalho do Conselho de Música do Sínodo Espírito Santo a Belém e da Associação Diacônica Luterana, todos estes participantes puderam fazer parte de um louvor tão especial a Deus.
O interessante foi observar que estiveram presentes pessoas de todas as idades: crianças, adolescentes, jovens e terceira idade. Houve um entrosamento musical maravilhoso e harmonioso com vozes e instrumentos. Aqui vale ressaltar uma das observações que Lutero fez em suas “Conversas à Mesa”: “Música é uma extraordinária dádiva de Deus e muito próxima à teologia. Eu não abriria mão de meus poucos conhecimentos musicais em troca de nada. Aos jovens deveria ser ensinada essa arte, pois ela forma pessoas finas e habilidosas”.
Com muita alegria tivemos a participação de membros das seis Uniões Paroquiais, assim como também pessoas visitantes de outras denominações como a IELB e a Católica. Na quinta-feira todos foram acolhidos com o refrão do canto “Seja bem vindo olêlê”.
Os desafios deste encontro foram: realizar uma “Semana” de quatro dias tentando resgatar a tradição deste evento que se realizava em uma semana. Além disso, unir a esta semana o Encontro Sinodal de Flautistas, trabalhando vozes e instrumentos nas músicas.
Este evento teve abertura com um culto, dirigido pelo P. Siegmund Berger, com a Assembléia da ADL. Nesta celebração, o Teatro e o Coral da ADL tiveram a sua participação. Ambas as apresentações foram marcantes.
Após o culto, cada grupo seguiu com os seus trabalhos em ambientes diferentes. A Assembléia permaneceu na capela e os participantes da Semana de Canto se dirigiram à sala de artes.
Como convidado para ministrar os ensaios das músicas da Semana de Canto tivemos o Prof. Dr. Ismael Tressmann, formado em piano pelo Conservatório de piano em Novo Hamburgo (RS), já estudou teologia na EST em São Leopoldo e música sacra em Frankfurt, Alemanha, mestre e doutor em Etnolingüística e especialista em línguas indígenas brasileiras, ambos pela UFRJ, além de já ter realizado trabalhos em Rondônia por oito anos, como educação escolar nas tribos indígenas “Cinta Larga” e “Zoró”. Atualmente é professor da FARESE em Santa Maria (ES) e assessor do Programa de Educação Escolar Pomerana – PROEPO. Também é autor do Dicionário Pomerano.
As noites foram bem ocupadas. Na primeira noite, foi proporcionado o filme que abordou um pouco da vida do músico Beethoven: “O Segredo de Beethoven”. Na segunda noite aconteceu a noite dos talentos, onde grupos de instrumentos e/ou vozes, alunos individuais fizeram as suas apresentações com peças musicais, hinos ou canções. Na terceira noite houve uma agradável noite cultural alemã realizada pela intercambista Catharina Vögele. Assim, através de fotos fizemos uma “viagem” pelo Sul da Alemanha, sempre intercaladas com músicas típicas interpretadas pela Catharina, Matilde e alunos, pudemos apreciar as músicas de Bach, Beethoven, Hayden e músicas que jovens alemães gostam de escutar na atualidade. Catharina ainda nos trouxe um pouco da culinária Alemã encerrando, assim, a Noite Cultural Alemã.
Nestes dias tivemos também duas palestras, cujos temas foram: “Lutero e a Música” baseada no livro de Carl F. Schalk – “Lutero e a música, paradigmas de louvor”, cujo palestrante foi o prof. Dr. Ismael Tressmann e “A influência da Música no Cotidiano das Pessoas” abordado pelo Diretor da ADL Pastor Siegmund Berger.
Também houve momentos de discussão sobre a música nas paróquias hoje. Participantes do encontro expressaram as suas alegrias e dificuldades e, o quê e como fazer para melhorar o trabalho da música nas UP’s e no Sínodo. A importância de se descentralizar a música nas Paróquias motivando lideranças, formando-as e dando-lhes material e apoio para o trabalho, além disso, conversamos sobre a importância da divulgação e do contato entre as lideranças do meio musical.
No domingo pela manhã a meditação de encerramento da Semana de Canto e do Encontro Sinodal de Flautistas foi dirigida pelo Coordenador do Conselho de Música do Sínodo, Vinícius Ponath.
Logo após a meditação, nos dirigimos com alegria para a Igreja da Comunidade de Lagoa I onde participamos do culto com a comunidade e apresentamos as músicas trabalhadas na Semana de Canto. Assim o louvor ao nosso Deus se fez presente com um prelúdio em Dó Maior de Raiumund Schächer e mais oito músicas, sendo algumas em pomerano trazidas pelo próprio regente Ismael Tressmann que ministra aulas em pomerano e lançou o primeiro dicionário de língua pomerana. A prédica foi interpretada pelo grupo do teatro da ADL a partir do texto bíblico de Lucas 15.11-24: “O filho pródigo”.
Após o culto os participantes retornaram para a ADL para almoçar encerrando a programação do evento.
Na despedida houve muitas manifestações positivas em relação ao encontro e muita gente animada para voltar num próximo encontro.
A avaliação aconteceu durante o encontro onde cada um pôde colocar no papel o que achou bom, a sua crítica e sugestões para melhorar o trabalho. Estas foram depositadas numa “caixa de avaliação”.
Esperamos poder contar com a participação de todos novamente e estendemos o convite para os que ainda não puderam fazer parte dessa vivência musical.
Agradecemos às Paróquias que divulgaram o evento, às equipes organizadoras do Sínodo e da ADL que prepararam com muito carinho toda a programação, ao Prof. Dr. Ismael Tressmann pela disposição que resultou num belo trabalho, aos alunos da ADL que estiveram presentes nos auxiliando durante o evento, e a todos e todas que se colocaram à disposição para mais um evento musical no Sínodo Espírito Santo a Belém.
Siglinda Braun,
Diaconisa na ADL
Vinícius Ponath
Coordenador do Conselho de Música do SESB